17 de out de 2013

Resenha: A Vida na Porta da Geladeira / Alice Kuipers


Título: A vida na Porta da Geladeira
Autora: Alice Kuipers
Editora: WMF Martins Fontes
Classificação: ★★★


Sinopse: Claire, de 15 anos, e sua mãe têm uma rotina muito atribulada. Nos raros momentos em que a mãe está em casa (ela é obstetra), a filha está na escola, com amigos ou com o namorado. Resultado: as duas quase não se veem e se comunicam deixando recados na porta da geladeira. Esses recados vão desde cobranças banais [Oi, MÃE! (Que eu NUNCA MAIS vi!)] até revelações tocantes e contundentes por parte de mãe e filha durante o penoso tratamento do câncer de mama da mãe, num ano que se revelará decisivo para as duas. Em seu romance de estreia, Kuipers capta a ansiedade por trás da tragédia e revela a importância de viver a vida intensamente, lembrando ao leitor a necessidade de encontrarmos tempo para as pessoas que amamos mesmo em momentos de dificuldade e desafios.



Resenha: 

O livro mais rápido que eu já li na minha vida! Sério mesmo. As frases são curtas e breves, mas de uma forma que conseguimos entender o que se passa com as personagens. Dá um aperto no coração conforme vamos lendo. O tipo de livro para se fazer pensar, direto e reto.
Fala principalmente de um dos maiores problemas existentes hoje em dia em várias famílias: A falta de comunicação e como isso pode prejudicar o relacionamento dos membros.
Todo o livro é basicamente feito através de pequenos bilhetes deixados pelas personagens principais, que são Claire e sua mãe, na porta da geladeira. Você entende tudo o que se passa através desses bilhetes. Essa troca de bilhetes se dá pelo fato da mãe da Claire ser médica e não ficar muito tempo em casa. As duas quase nunca se encontram durante o livro inteiro.
A autora focou o relacionamento entre as duas nesse livro. Seus sentimentos, seus medos e receios. Me ganhou pela curiosidade, mas não digo que tenha sido um dos melhores livros que já li. É tocante, muito, mas não o suficiente. É de fácil compreensão e, como eu disse, é uma leitura muito rápida. 
Se você é curioso como eu e nunca leu um livro desse tipo, eu recomendo.

Beijos.


2 comentários:

  1. Acho esse livro bem curioso, desde que lia a sinopse. Adorei saber que é rapidinho ;)

    beijos
    Bia - www.livredujour.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meuuu é mtu rápido. Até demais. Bjooox

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto
Lanny, tenho 25 anos, apaixonada por livros e filmes desde que eu me entendo por gente!

Estou Lendo

Faça Parte!

Curte Aí!

My Instagram